Living Labs: A experiência Portuguesa

 

Álvaro de Oliveira e David Amaral de Brito

 

A experiência da implementação de Living Labs em Portugal começou na década de 90 e, desde então até aos dias de hoje, tem-se revelado de uma importância crucial para o desenvolvimento económico e social do País. Esta reflecção pretende fazer um retrato do estado actual da Inovação em Portugal, focando os seus pontos fortes e fracos e a necessidade de novas abordagens, com vista a uma inovação mais aberta e próxima dos cidadãos. O sucesso da promoção e implementação desta mesma Inovação passa pela identificação dos seus agentes e pela forma como estes devem actuar em todo o processo. Através da análise de Living Labs Portugueses que se tornaram exemplos paradigmáticos de Inovação económica e social, é possível extrair recomendações para que a prática dos Living Labs se afigure como um caminho para a construção de uma sociedade mais aberta, participativa, confiante, saudável e, sobretudo, feliz.

 

Palavras-chave: inovação aberta, interessados na inovação, política de inovação, cidades humanas inteligentes

 

 

The implementation of Living Labs in Portugal started in the 90’s, and since then it has played a central role in the socio-economic development of the country. This article aims at describing the current status of innovation activities in Portugal, with a focus on both strengths and weaknesses and the need for new approaches that can lead to more open innovation and a greater proximity to citizens. The successful uptake of this new view on innovation is hinged on the need to identify the current stakeholders and the way they act during the process of implementation. Through the analysis of Portuguese Living Labs, which have become a serious reference in the socio-economic development of the country, it is possible to extract recommendations in order to promote a more open, participatory, trusting and healthier society.

 

Key words: user-driven open innovation, innovation stakeholders, innovation policy, human smart cities