Volumen 6 - Número 18

O Discurso do Sistema Integrado: um estudo de caso

 

Rodney F. de Carvalho

 

Investigamos, a partir de um recorte temporal que vai de 1969 até o início de 2004, a evolução dos conceitos de Sistemas Integrados de Gestão e de Gerência Integrada de Rede na Embra-tel, então a operadora brasileira de telecomunicações internacionais e de longa distância. Atra-vés de entrevistas com pessoas envolvidas nos projetos e influentes na evolução dos discursos da Integração de Sistemas, dos Sistemas Distribuídos e das Arquiteturas Padronizadas, e na produção de artefatos de TI conformes a esta visão que, como veremos, também se transforma ao longo do tempo, na medida em que avanços tecnológicos tornam possível sua realização, procuramos analisar a importância do discurso e de alguns conceitos de CTS na criação de sistemas informatizados e sua relação com a evolução da TI no país. É importante observarmos que a Embratel de que tratamos aqui não guarda relação com a empresa que existe hoje, cujo controle acionário pertence à Telmex. São outras pessoas, ou-tras estruturas organizacionais, outros valores e outras metas.

 

Palavras-chave: Infraestrutura, integração, sistemas, telecomunicações

 

 

We investigate, from 1969 until the beginning of 2004, the evolution of the concepts of Integrated Management Systems and Integrated Network Management at Embratel, then Brazil's long distance and international telephone and data operator and carrier. Through interviews with people involved and influential in the evolution of the discourses of Systems of Integration, Distributed Systems and Standardized Architectures, and in the production of IT artifacts aligned with this vision that, as we will see, is also transformed throughout the period, as the technological advances made feasible its accomplishment, we try to analyze the importance of the discourse and some key CTS concepts in the creation of IT systems and its relation with the evolution of IT in Brazil. It is important to observe that the Embratel object of our study does not keep any relation with the company that exists today, whose shareholding control belongs to Telmex. Now it’s formed by other people, other organizational structures, other values and other goals.

 

Key words: Infrastructure, integration, systems, telecommunications